Analíticas ajudam a optimizar conteúdos

93193086O especialista em Inteligência Digital, Marketing Analytics e Omni-Channel Marketing do SAS, Suneel Grover, um dos oradores do SAS Fórum, agendado para 10 de Novembro, acedeu a falar com o Bussiness Analytics. O objectivo da conversa foi simples. Levantar um pouco o véu sobre o que irá partilhar junto de uma audiência ávida de conhecimentos. O resultado final foi uma explicação sobre como as ferramentas de análise podem ajudar o quotidiano dos marketers, não só a ajustarem as suas estratégias mas também a obterem uma melhor optimização dos conteúdos.

Como podem as analíticas ajudar no quotidiano de um gestor de conteúdos? Como podem ajudar na optimização dos conteúdos de um website?

A optimização é uma competência essencial para os profissionais de marketing digital. À medida que as interacções com o consumidor se espalham através de pontos de contacto fragmentados e os clientes exigem experiências relevantes, os marketers orientados para os conteúdos têm sido forçados a reavaliarem as suas estratégias de envolvimento. Mas a complexidade, ritmo e volume do marketing digital moderno facilmente supera as abordagens tradicionais de planeamento e design, que dependem de convenções históricas, perspectivas de míope canal único e interacção sequencial actuar-e-.aprender.

Actualmente os marketers usam principalmente uma variedade de abordagens de teste que incluem o teste A / B e várias metodologias de teste variados (MVT) para optimizar os conteúdos. O teste A / B é um método de optimização de website ou aplicação móvel em que as taxas de conversão das duas versões de uma página (versão A e versão B) são comparadas pelo trafego de visitantes. Ao rastrear a forma como os utilizadores interagem com os conteúdos que lhes são mostrados – os vídeos visualizados, os botões em que clicam ou se subscrevem a newsletter – é possível aferir qual a versão do conteúdo que é mais eficaz. Os testes variados usam os mesmos “ingredientes” básicos dos testes A / B mas podem comparar mais do que duas variáveis. Além disso revelam mais informação sobre como essas variáveis interagem umas com as outras.

Por último, para as práticas de marketing digital com uma estratégia de análise avançada o uso de ferramentas de Data Mining e analíticas preditivas para priorizar e informar as equipas de marketing sobre o que testar e para definir analiticamente as audiências do segmento, antes de atribuir células de teste. Esta é, na minha opinião, uma prática recomendada. Os marketers são muito criativos e podem imaginar centenas de diferentes ideias de teste diferentes – que testes deveremos priorizar se não os podermos executar a todos? Aqui é onde as analíticas avançadas podem ajudar, informando as nossas estratégias de forma a prestar apoio à optimização de conteúdos.

O que podemos esperar de sua apresentação no SAS Fórum Portugal 2015?

Estou muito entusiasmado em visitar Portugal e em partilhar as minhas ideias, conhecimentos e opiniões sobre o que se passa no mundo do marketing digital e analíticas avançadas. Tenciono partilhar conteúdo relacionado com personalização, atribuição, Data Mining Digital e outros desafios do marketing moderno, assim como mostrar como o SAS apoia os nossos clientes a ultrapassar esses obstáculos. Espero partilhar algumas ideias provocatórias e, adicionalmente, relacionar-me e aprender com os meus colegas.

Em antecipação ao SAS Fórum Portugal 2015 e para quem lê este blog, por favor descarregue este white paper, que terminei recentemente, sobre estes tópicos. Using SAS® to Deliver Analytically Injected Digital Personalization for Online and Offline Data

A entrevista integral em inglês pode ser lida aqui.

Suneel Grover

Suneel Grover
Principal Solutions Architect supporting Digital Intelligence, Marketing Analytics and Omni-Channel Marketing at SAS.

Deixar uma resposta