Quem ganha no Machine Learning?

Machine LearningÉ indiscutível que duas das tecnologias mais “quentes” da actualidade são as analíticas preditivas e o Machine Learning, com crescimentos anuais (até 2021), segundo previsões da Forrester, a rondar os 15%. Mas, dos vários fornecedores no mercado, qual o mais adequado? Um relatório da Forrester dá algumas pistas.

O estudo analisou 14 fornecedores nas categorias “estratégia”, “oferta actual”, e “presença no mercado”, categorizando-os, em termos de oferta como “challengers”, “contenders”, “strong performers” e “leaders” – dados referentes ao Q1 de 2017.

O quadrante de “leaders” é preenchido por sete empresas, das quais apenas três estão presentes em Portugal: SAP, IBM e SAS. Na análise geral o SAS é o que apresenta melhor posicionamento, sendo considerado como o mais “strong” quer em termos de oferta actual quer ao nível de presença (quota) de mercado.

Sobre a empresa a Forrester refere:

“O SAS reorganizou o seu portfólio e unificou as suas soluções sob o SAS Visual Suite. Este reúne funcionalidades como preparação (de topo) de dados, visualização de dados, análise de dados, criação de modelos e implementação de modelos”.

Os dados referentes ao Q1 de 2017 indiciam uma evolução de alguns fornecedores, nomeadamente do SAS e da SAP que subiram no quadrante “leaders”.

Os resultados deste estudo são confirmados pela Gartner, apesar de esta utilizar uma metodologia diferente. A diferença passa por, neste caso, a Gartner atribuir à SAP a categoria de “challenger”.

Para saber mais sobre o Machine Learning não pode deixar de assistir ao SAS Fórum. O evento, agendado para a próxima quinta-feria, dia 22 de Junho, no Centro de Congressos de Lisboa, terá não só debates como demos sobre o tema.

SAS Fórum Portugal | 22 de Junho | Centro de Congressos de Lisboa
Mais informação sobre o SAS Fórum Portugal 2017….

 

 

 

Deixar uma resposta