Qualidade de Dados – Fator Chave para Todas as Organizações.

A qualidade dos dados é um fator chave para todas as organizações, independentemente do seu sector ou área de atividade. É atualmente uma questão incontornável e a verdade é que hoje serão muitas as empresas e instituições que partilham desta ideia e incluem como prioridade este tópico no seu plano de negócios.

O setor Bancário, a par de todas as incertezas e mudanças que tem vindo a sofrer não só a nível nacional mas também internacional, tem tentado não descurar esta realidade. A inconsistência/incoerência de dados poderá significar tempo e custos bastante  elevados, trazendo com isso consequências muito desfavoráveis à atividade.

Existem, presentemente, diversas iniciativas em curso, que resultam em grande parte de regulamentação recente e que impõe uma maior exigência para garantir que determinados “clusters” de informação, sejam verificados e atualizados em ciclos muito curtos, o que implica uma atividade muitíssimo exigente no que respeita a procedimentos e respetivos modelos de controlo e de validação interna.

Perante esta realidade, novas necessidades emergiram no que concerne a ferramentas, sendo que neste particular, os Bancos tiveram de se ajustar à própria evolução do mercado e muitos começaram a adotar soluções direcionadas para o tratamento dos dados e gestão da informação, de forma a transformá-la num ativo ainda mais importante, para o seu negócio.

Uma nova geração de ferramentas e soluções, tem vindo a ajudar-nos a ser mais ágeis e a alcançar de forma mais  célere, o conhecimento da informação que  dispomos e consequentemente a permitir-nos  melhorar a qualidade das decisões e a eficácia operacional das Instituições.

Paulo Mata
CIO do Santander Consumer

 

 

 

 

Deixar uma resposta